_

Brazilian Worker Center

Fighting for Social and Economic Justice

Portugues

O Centro do Imigrante Brasileiro faz história em prol da Carta de Direitos para os Trabalhadores Domésticos

O dia 12 de Novembro de 2013 foi um dia histórico para o Centro do Imigrante Brasileiro e para as organizações que fazem parte da Coalizão de Massachusetts para Trabalhadores Domésticos, pois aconteceu a tão esperada audiência pública em prol da carta de direitos trabalhistas para os trabalhadores domésticos. As 9:15 AM do dia 12 foi realizada uma conferência de imprensa, no qual muitas pessoas puderam dar o seu depoimento pessoal. As 10:00AM deu-se início a audiência pública, a sala estava lotada e os nossos legisladores muito atentos ao que iria acontecer. Entre vários depoimentos de PCA´s, empregadores, trabalhadores domésticos e organizações que apoiam este movimento, os que mais se destacaram foram os testemunhos de Sonia Soares, trabalhadora doméstica por mais de 25 anos e Natalicia Tracy, Diretora Executiva do Centro do Imigrante Brasileiro e que também ja foi trabalhadora doméstica.
A Audiência pública se iniciou com o testemunho muito marcante de uma das trabalhadoras domésticas que faz parte do Centro do Imigrante Brasileiro, Sonia Soares. Ao dar o seu depoimento Sonia relatou os abusos que sofreu como tapa na cara, ter que trabalhar de joelho por longas horas e ao final se emocionou e fazendo com que todos também se emocionassem. Ao final de seu testemunho, o Senador Daniel Wolf que estava liderando o comitê aproveitou o silêncio dos ouvintes e salientou o quanto as palavras de Sonia o havia impactado.
O depoimento de Natalicia Tracy, Diretora Executiva do Centro do Imigrante Brasileiro também sensibilizou a todos que estavam presentes inclusive os legisladores. Natalicia relatou que aos 17 anos veio aos Estados Unidos para trabalhar como babá de uma família de médicos brasileiros. Durante o tempo em que trabalhou pra essa família, ela sofreu muitos abusos como, trabalhar todos os dias sem folga, salário de $25.00 por semana, não podendo receber carta, e muito menos se comunicar com a família. Esses foram poucos dos muitos abusos que Natalicia sofreu enquanto trabalhava como trabalhadora doméstica para essa família com quem ela veio do Brasil cheia de expectativas e sonhos.
Após uma manhã de depoimentos emocionantes na State House era possível ver a esperança bilhando forte nos olhos presentes. Ao lado de fora da sala era possível ouvir comentários positivos como o de Angela Sena: “Foi muito proveitoso, deu para sentir o entusiasmo das pessoas e o apoio delas a esse projeto de lei, e isso é muito bom pois querer é poder.” Sonia Soares também demonstrou sua satisfação dizendo o quão se sentiu útil e privilegiada em poder dar seu testemunho de vida. No final da audiência Natalícia orgulhosa comentou: “Quando começamos este projeto em 2010, não imaginamos que tomaria tal dimensão”. Comentários comos estes nos fazem perceber o quão vale a pena lutar por este movimento que  a cada dia mais tem chamado atenção de todos em prol da dignidade e do reconhecimento para os trabalhadores domésticos.

O Centro do Imigrante Brasileiro é uma Organização NÃO governamental sem fins lucrativos, ou seja, não recebemos apoio monetário do governo brasileiro ou americano. A nossa missão é apoiar o trabalhador imigrante, trabalhador doméstico e orientação jurídica referente a Direito de Imigração: Para mais informações ligue, 617-783-8001, bic@braziliancenter.org ou visite WWW.braziliancenter.org

updated: 4 years ago